13

abr

Greenpeace – Guia de Eletrônicos Verdes

O Greenpeace publicou, no fim do ano passado, mais uma edição do Guia de Eletrônicos Verdes. O mais abrangente ranking de boas práticas das principais empresas do setor, que há cinco anos lidera o mercado, ficou ainda mais rígido em seus critérios. Nesta edição, o Greenpeace parabeniza HP, Dell e Nokia, as três primeiras colocadas, e condena grandes como Toshiba e LGE, que ficaram com as piores posições.

A lista, que já é referência para consumidores em todo o mundo, tem como critérios a demonstração de que os produtos não contenham substâncias perigosas à saúde humana e ambiental, e também a comprovação de práticas de redução de emissão de carbono, através de planos de limpeza da matriz elétrica de cada empresa. Além disso, o ciclo de vida dos equipamentos é avaliado, do conteúdo das embalagens – condenando, por exemplo, papel que venha de desmatamento ilegal – até o sistema de reciclagem utilizado.

“Ao incorporar o critério de uso de energia nos processos produtivos, o novo Guia de Eletrônicos mensura o impacto ambiental proveniente de emissões de gases de efeito estufa e outros poluentes”, diz Ricardo Baitelo, da Campanha de Clima e Energia do Greenpeace no Brasil. “O resultado final serve como motivação para que empresas equacionem este problema, adotando cada vez mais medidas de eficiência energética ou mesmo geração de energia renovável em suas unidades produtivas”, complementa.

 

Confira no site da instituição a lista completa de empresas. http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Quem-sabe-faz-mais-limpo

 

Leia o relatório em inglês http://www.greenpeace.org/international/Global/international/publications/climate/2011/Cool%20IT/greener-guide-nov-2011/guide-to-greener-electronics-nov-2011.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>